Aumenta a procura por exames que detectam os vírus da gripe e da Covid

Manaus (AM) – O surto de gripe no Brasil e o avanço da variante Ômicron, do vírus da covid-19, aumentaram a demanda por testes que detectam os vírus. O Sabin Medicina Diagnóstica, rede nacional com 12 unidades em Manaus, registrou, nestes primeiros dias de janeiro, um crescimento de mais de 200% em relação ao mesmo período de dezembro de 2021 na procura por testes para detectar o novo coronavírus.
De acordo com boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas Dra. Rosemary Costa Pinto (FVS-RCP), o número de casos positivos de Covid no Amazonas tem subido consideravelmente. Somente de sexta-feira (7) a domingo (9), foram registrados 1.154 novos casos. No mesmo período da semana anterior, a soma não passou de 173.

A biomédica Danielle Vieira, supervisora de coletas do Sabin, informa que, em relação à busca por teste para Influenza, o crescimento foi de 116% na primeira semana de janeiro, comparado à primeira semana do mês anterior. “Mas os números expressivos se dão devido à assertividade dos médicos em relação à solicitação de exames com base no diagnóstico clínico feito por eles”, explica Danielle Vieira, ressaltando a importância do paciente, ao sentir os sintomas, procurar por orientação profissional.

Ela alerta que o diagnóstico rápido e preciso ajuda não apenas no tratamento correto e mais eficaz, como também no controle epidemiológico e evita aglomerações nas filas das emergências e internações hospitalares. “Com indicadores corretos, é possível ajudar as autoridades de saúde na melhor tomada de decisão sobre assistência, campanhas de prevenção e outras ações que se façam necessárias”, afirma Danielle. Conforme o último boletim da FVS-RCP, há 1.203 casos de Influenza A no Amazonas, sendo 84% (1.007) da linhagem H3N2.

Precisão e eficiência

“Como forma de contribuir para a contenção do surto de Influenza A (H3N2), o Grupo Sabin está oferecendo o mini painel respiratório, sem custo para os pacientes que procuram as unidades da empresa para realizar o RT-PCR convencional (saliva ou secreção nasal) para Covid-19”, informa Danielle Vieira. O exame detecta os vírus Influenza A e B, Sincicial Respiratório e Sars Cov-2. A ação integra as atividades de responsabilidade social do Sabin para conter o surto de Influenza.

Desenvolvido com tecnologia de ponta, o exame permite detecção simultânea dos vírus SARS-Cov-2, Influenza A e B, e Sincicial Respiratório, com apenas uma amostra. Eficaz, indolor e seguro, o teste é recomendado para aplicação em pacientes de todas as idades, e indicado a partir do 1º dia de sintomas gripais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *