Faltam medicamentos e médicos nas UTIs de Manaus

Manaus (AM) – O Estado do Amazonas não consegue superar a crise na Saúde, agravada pela pandemia da Covid-19. Na tarde desta quinta feira (4), o secretário de Saúde Marcellus Campêlo afirmou durante coletiva nque o Amazonas enfrenta uma crise com a falta de médicos para atuarem na linha de frente do combate à covid-19.

“O nosso maior problema para ativação de leitos de UTI, á a falta de médicos intensivistas”, destaca o secretário.

Outro entrave apontado por ele é a falta de medicamentos para pacientes internados nas UTIs. Marcellus diz que o Ministério da Saúde está prestando apoio, mas a falta de remédios e insumos atinge todos os estado do país.

O Amazonas está recebendo ajuda da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), que tenta adquirir os materiais no mercado internacional:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *