Em videoconferência, Papa defende ideias do PSOL

As palavras do Papa Francisco não deixam dúvidas. Ele pensa como um psolista. Em uma vídeoconferência com juízes do Comitê de Direitos Sociais da África, o Papa Francisco relativisou o “direito à propriedade privada”:

“É preciso construir uma nova justiça social, admitindo eu a tradição cristã nunca reconheceu como absoluto e intocável o direito à propriedade privada”, comentou o Papa.

O Sumo Pontífice acrescentou que “o direito de propriedade é um direito natural secundário derivado do direito que todos têm nascido do destino universal dos bens criados. Não há justiça social que possa ser baseada na iniquidade, o eu pressupõe a concentração de riqueza”.

Assista o vídeo completo e a referência sobre a propriedade privada com um direito secundário:

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *