Morre no São Lucas o professor Calheiros

Manaus (AM) – Conhecido professor de Literatura Brasileira e advogado, Francisco Calheiros, 51 anos, morreu na noite desta quarta-feira (25) no Hospital São Lucas, no bairro Aparecida, zona Sul de Manaus, vítima da Covid-19.

Calheiros também era escritor e membro da Academia Itacoatiarense de Letras. Como advogado, representou pela família da pequena Isadora Thury, de 2 anos, que tentava por meio da Justiça que o Governo Federal pagasse o medicamento necessário para tratamento de uma Atrofia Medular Espinhal, doença degenerativa cujo remédio – único no mundo – custa cerca de R$ 10 milhões.

Por meio da atuação de Calheiros, o repasse foi garantido judicialmente para o tratamento de Isadora.

Como professor, Calheiros tem um longo histórico em Manaus, tendo passado por instituições como o Colégio Camões e cursinhos pré-vestibulares. Com um jeito diferenciado de ensinar, contribuiu para que gerações conseguissem aprovação nas universidades públicas.

O corpo do professor Calheiros será transladado para o município de Itacoatiara na manhã desta quinta-feira (26), onde será sepultado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *