Resultado do Programa CAPES/FCT será divulgado até 30 de setembro

O resultado de edital do programa CAPES/FCT será divulgado até 30 de setembro, um mês após a conclusão da análise das propostas, em 31 de agosto. Recursos podem ser apresentados em até três dias úteis após a comunicação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). O início das atividades dos projetos está previsto para fevereiro de 2021 e o da implementação das bolsas em abril do mesmo ano. Publicadas na edição desta quarta-feira, 12, do Diário Oficial da União (DOU), as novas data surgiram por causa da pandemia do novo coronavírus.

Fruto de parceria entre a CAPES e a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior de Portugal, o CAPES/FCT pretende fortalecer as relações entre instituições de ensino superior e de pesquisa do Brasil e de Portugal, além de promover o intercâmbio científico de pesquisadores de ambos os países. O orçamento total por parte da CAPES é R$ 3.280.100,00, sendo até R$ 328.010,00 por projeto. São R$ 278.010,00 para bolsas, R$ 40 mil para financiar até duas missões de trabalho e R$ 10 mil para recursos de manutenção.

Benedito Aguiar, presidente da CAPES, destaca que a Coordenação tem acompanhado o cronograma de cada programa, para não prejudicar os pesquisadores e a ciência brasileira durante a pandemia. “Devemos manter as parcerias internacionais, adequando os editais às restrições impostas por causa do novo coronavírus. É uma forma de assegurar o funcionamento dos programas com o mínimo possível de intercorrências”, explica.

CAPES/FCT vai selecionar projetos nas áreas de Ciências do Espaço e do Mar, Alterações Climáticas, Inteligência Artificial, Computação Avançada e Medicina Oncológica.

CAPES/FCT

O Convênio de Cooperação assinado entre a CAPES e a Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) procura estimular a pesquisa e a formação de recursos humanos de alto nível, por meio de intercâmbio científico, na modalidade acadêmica, entre instituições de ensino superior e de pesquisa, brasileiras e portuguesas, além de proporcionar mobilidade a professores e pesquisadores, em nível de pós-doutorado, e alunos de pós-graduação em nível de doutorado.

*Com informações da assessoria da CCS/CAPES)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *