Projeto promove oficina de audiovisual, exibição de filmes e debates

Manaus (AM) – Neste sábado, 18/1, das 7h às 12h, a Fita Crepe Filmes promoverá um cronograma de atividades ligadas ao audiovisual, como parte do projeto “O barco e o rio”, contemplado pelo edital Prêmio Manaus de Audiovisual 2018, da Prefeitura de Manaus. O público-alvo das atividades são os alunos da escola municipal Ana Sena Rodrigues, localizada na rua 13 de Maio, no bairro Colônia Terra Nova, zona Norte.

Na ocasião, ocorrerá a exibição do filme “O barco e o rio” e de outras produções realizadas pela Fita Crepe Filmes. A proposta é apresentar aos alunos obras feitas na região, às quais o público ainda não teve acesso. Em seguida, haverá um bate-papo sobre o processo de realização do filme, com o professor da escola e também proponente do projeto, o diretor e roteirista Bernardo Abinader. Segundo ele, a ideia é estabelecer um diálogo com os alunos, respondendo a perguntas e curiosidades sobre a criação do curta-metragem.

Os alunos poderão participar da oficina sobre “Criação de Roteiros de Audiovisual”, que também será ministrada por Bernardo.

“Durante a oficina, irei abordar sobre algumas técnicas e exercícios de escrita, a estrutura do roteiro, dramaturgia clássica e moderna, design de personagem, além de outros itens. Após a oficina, o aluno terá uma semana para escrever um roteiro de curta-metragem e enviar para mim, para que ele também faça observações e colabore de alguma forma com a promoção do cenário audiovisual local”, explicou.

O projeto

O projeto “O barco e o rio” é um curta-metragem de ficção que conta a história de duas irmãs, Josi e Vera, donas de uma embarcação humilde, que leva pessoas do porto da Manaus Moderna para municípios próximos. O filme busca explorar a vivência feminina no contexto portuário manauara, perpassando temas como identidade, liberdade, relacionamentos familiares e sexualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *