MEC libera R$ 6,6 milhões para bolsas do Programa Mais Médicos

A Secretaria de Educação Superior (Sesu), do Ministério da Educação (MEC), disponibilizou o pagamento para efetivação das bolsas de supervisores e tutores do Programa Mais Médicos (PMM). O valor total, R$ 6,83 milhões, foi pago nesta semana. O recurso garante a continuidade da supervisão acadêmica do Programa, que é realizada pelo MEC. Atualmente, o Programa Mais Médicos conta com 1.604 supervisores e 130 tutores espalhados por todo o país.

O Programa Mais Médicos foi criado em 2013 pela Lei nº 12.871, de 22 de outubro, está fundamentado nas diretrizes pedagógicas da Educação Permanente e tem como objetivo atender a população brasileira nos serviços de Atenção Básica do Sistema Único de Saúde (SUS) a partir de modalidades formativas de ensino, pesquisa e extensão.

O Ministério da Educação atua diretamente junto ao Programa por meio da Supervisão Acadêmica realizada pela Coordenação-Geral de Expansão e Gestão da Educação em Saúde, da Diretoria de Desenvolvimento da Educação em Saúde. O PMM cuida do processo pedagógico norteador para garantir integração ensino-serviço, resultando em maior qualidade da atenção básica, da formação de profissionais nas redes de atenção à saúde e, da articulação dos eixos educacionais. A execução da atividade está descrita na Portaria nº 585/2015 do MEC.

*Assessoria de Comunicação Social do MEC 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *