Exército inscreve profissionais de nível médio/técnico e superior

O Exército Brasileiro divulgou novo edital de processo seletivo para o preenchimento de vagas em cargos de níveis médio/técnico e superior. Os aprovados atuarão no Departamento de Engenharia e Construção (DEC).

De acordo com o edital, são 19 vagas autorizadas para preenchimento em caráter temporário imediato, além de cadastro reserva. No entanto, o DEC conta com autorização para 412 vagas. Ou seja, o cadastro de reserva na seleção pode chegar a 393 cargos.

Os aprovados atuarão em projetos e obras de engenharia de construção, obras públicas de infraestrutura, implantação de projetos estratégicos, atividades de mapeamento cartográfico terrestre e em ações de logística. Veja a distribuição das vagas:

  • Técnico de nível superior – Tecnólogo (1 vaga)

  • Agente administrativo (CR)

  • Analista de sistemas – Programador PHP (1 vaga)

  • Analista de sistemas Programação (CR)

  • Analista de sistemas – Teste (1 vaga)

  • Analista de sistemas – DBA (1 vaga)

  • Contador (CR)

  • Desenhista (CR)

  • Geólogo (CR)

  • Engenheiro civil (5 vagas)

  • Engenheiro eletricista (1 vaga)

  • Engenheiro mecânico (1 vaga)

  • Arquiteto (4 vagas)

  • Analista ambiental (1 vaga)

  • Administrador (CR)

  • Técnico de nível superior (2 vagas)

  • Técnico de nível superior – Processos e Riscos (CR)

  • Programador PHP (1 vaga)

  • Técnico em edificações (CR)

  • Técnico administrativo (CR)

  • Analista de sistemas – Suporte (CR)

  • Analista de sistemas – Web Designer (CR)

Os salários oferecidos oscilam entre  R$ 3.419,97 e R$ 10.887,56. De acordo com o edital, os aprovados na seleção deverão ter disponibilidade para trabalhar em qualquer região do país.

Além dos ganhos mensais, os profissionais aprovados receberão auxílio-transporte; adicionais de insalubridade; adicionais de periculosidade; por serviço extraordinário e noturno; auxílio-alimentação; auxílio pré-escolar;  gratificação natalina; e ajuda de custo.

Os contratos assinados com os aprovados terão validade de até quatro anos, sem possibilidade de prorrogação. O processo seletivo do Exército, entretanto, terá validade de dois anos, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Inscrições

Os interessados em concorrer a uma das vagas poderão se inscrever entre 30 de julho e 12 de agosto. Todos os candidatos na seleção passarão por análise curricular.

Na inscrição, o candidato deverá entregar via Sedex ou entregar pessoalmente no Departamento de Engenharia e Construção (DEC), os documentos comprobatórios lançada na ficha de inscrição, em envelope lacrado e identificado.

De acordo com o edital, na avaliação vão ser levados em conta diversos títulos como cursos e experiências profissionais que contam com relação direta com a função para o qual o candidato se inscreveu.

Nível médio/técnico: envia uma cópia do certificado reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) ou diploma de conclusão do curso.

Nível superior: vão ser pontuados conforme Pós-Graduação e Especializações (3 pontos); Mestrado (4 pontos); Doutorado (7 pontos); Experiência profissional ( 1 ponto por ano completo); Cursos extracurriculares (entre 0,1 e 1 ponto por curso); e Certificações ( 1 ponto).

O resultado final da seleção do Exército deve ser publicado nos dias 1º e 2 de outubro. Já a partir destas datas, o Comando do Exército começa o processo de convocações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *