Juiz mantém vereador de Iranduba preso

Iranduba (AM) – Após audiência de custódia na manhã desta quinta-feira (21), o juiz da 1ª Vara da Comarca de Iranduba, Túlio de Oliveira Dorinho, decidiu manter preso o vereador Pedro Paulo Castro de Almeida.

O vereador foi preso no início desta semana em flagrante ao receber propina do prefeito de Iranduba.

A prisão do vereador é o resultado do desdobramento da Operação Avaritia, deflagrada em agosto deste MPAM, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do órgão (Gaeco/MPAM) e das promotorias de Justiça de Iranduba.

O valor da propina combinado com o vereador preso seria de R$ 10 mil, divididos em duas parcelas iguais. A prisão ocorreu no momento em que o vereador recebia a primeira metade.

O prefeito, de acordo com o MP, se propôs a ajudar nas investigações.

Outras prisões

Ainda no mês de agosto, outros dois vereadores foram presos acusados de pedirem dinheiro em troca de apoio aos projetos do prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *