Rodrigo Maia assume votar em Lula em 2022

O deputado federal de esquerda Rodrigo Maia, ex-presidente da Câmara dos Deputados, assumiu que se bandeou para o lado do condenado Lula da Silva. Na segunda-feira (7), Maia declarou em uma entrevista concedida ao portal Uol, que ‘com certeza’ irá votar em Lula em caso de disputa contra o atual presidente, Jair Bolsonaro.

“Se esse fosse o segundo turno, com certeza [votaria em Lula]. […] Eu não tendo a votar nulo ou branco, tenho sempre posições. No segundo turno, entre o candidato que eu considero democrático (sic)  – que tem avanços importantes no Brasil, mas cometeu erros também – e outro que eu acho que não respeita as instituições democráticas, é óbvio que vou votar pela democracia”.

Maia, que está prestes a ser expulso do DEM afirmou, no entanto, preferir um nome de ‘terceira via’.

“Se não compreendermos que não há espaço para três ou quatro candidatos, estaremos colocando nossos projetos individuais à frente do projeto coletivo. […] Não há espaço para Ciro, Doria, Eduardo Leite e mais Mandetta. Quem quer construir quatro candidaturas vai destruir o centro e favorecer a polarização. Sei que é difícil, mas está na hora de todo mundo sentar na mesa, construir uma regra, um programa, e [com isso] basear depois a escolha de um nome. Ninguém pode imaginar que Bolsonaro terá menos de 20% [das intenções de voto] no 1º turno, e Lula menos de 30%”, disse ele.

*Com informações da Folha Dirigida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *