‘Brasil pode chegar a 5000 mortes por dia’

O Brasil pode chegar a 5000 mortes diárias por Covid-19 no final de abril ou início de maio, quando será o pico da nova onda da pandemia no país, segundo um estudo divulgado.

A previsão foi difundida pela Universidade Federal Fluminense (UFF), um dia após o Brasil ter registado um trágico recorde de 3251 mortes devido à covid-19, o maior número num único dia desde o início da pandemia.

O estudo foi ainda divulgado precisamente no dia em que o Brasil ultrapassou as 300 mil mortes desde o início da pandemia e se consolidou como o segundo país mais afetado pela covid-19, superado apenas pelos Estados Unidos.

O responsável pelo estudo, o professor do Departamento de Estatística da UFF, Marcio Watanabe, calculou o número possível de mortes diárias nos próximos meses a partir de um modelo matemático-epidemiológico que teve em consideração a análise dos dados da pandemia de mais de 50 países entre setembro de 2020 e março deste ano, explicou a universidade em comunicado.

“O pico de óbitos no Brasil será provavelmente em abril ou início de maio, com um número calculado entre 3000 e 5000 mortes por dia”, indicou Watanabe no comunicado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *