Caiado sugere que Rodrigo Maia seja ‘internado’

O deputado federal fluminense Rodrigo Maia foi aconselhado a se internar por estar acometido da “síndrome da ansiedade de poder”. A “sugestão” foi feita pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado, ao comentar o fato de Maia atribuir sua derrota política na sucessão da Presidência da Câmara dos Deputados a uma traição do presidente nacional de seu partido, o Democratas, ACM Neto.

“Rodrigo Maia, infelizmente, foi acometido por uma síndrome que atinge com muita frequência as pessoas que não aceitam deixar o poder: ‘síndrome da ansiedade de poder’. A foto escolhida pelo Valor Econômico, com Maia com as mãos na cabeça, identifica a face de desequilíbrio do paciente”, publicou Caiado, no Twitter.

Leilão

O presidente do DEM de Goiás ainda acusa Maia de leiloar o próprio nome, após sofrer derrota política por não ter construído uma candidatura alternativa à sua tentativa de se reeleger em uma manobra inconstitucional frustrada pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

“E o mais grave: ele faz questão de deixar claro que está saindo do Democratas e colocando seu nome a leilão. A sua entrevista não deve ser considerada pela classe política porque é indicadora de internação hospitalar. Mas, depois de ter sido eleito por três vezes presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo achou que era proprietário das decisões de todos os deputados do Democratas e dos demais da Câmara. Ao reagir desta maneira, desrespeitou toda a bancada de um partido que sempre lhe apoiou”, avaliou o governador goiano.

‘Falta caráter’

Na entrevista comentada por Caiado, Maia afirmou ter sido traído por ACM Neto, “um amigo de 20 anos entregou na bandeja nossa cabeça ao Palácio”. Atitude classificada pelo governador de Goiás como de desrespeito e falta de caráter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *