Índia libera vacina de Oxford para o Brasil

As vacinas desenvolvidas pela farmacêutica AstraZeneca e a universidade de Oxford e que estão sendo fabricadas no Instituto Serum, na Índia serão liberadas nesta sexta-feira (22) e devem chegar ao Brasil no sábado. Das vacinas que estão sendo aplicadas no mundo é a que apresenta maior eficácia.

O Brasil já havia acordado 2 milhões de doses da vacina com a Índia, mas o voo que iria buscar as doses foi adiado após o porta-voz da Índia afirmar que estaria cedo demais para negociar.

Segundo o secretário das Relações Exteriores da Índia, Harsh Vardhan Shringla, o fornecimento das quantidades comercialmente contratadas começará a ser liberada a partir de sexta, começando por Brasil e Marrocos, seguidos de África do Sul e Arábia Saudita.

NOTA DA REDAÇÃO

                                                                                                              Mentira da imprensa

A liberação de 2 milhões de doses de vacina pela Índia desmascara a mentira difundida largamente por órgãos de imprensa brasileiros atribuindo a supostos “problemas de relacionamento com o Brasil” uma inexistente suspensão no fornecimento do imunizante.

Entre as mentiras difundidas sobre esse assunto esteve também a suposta “exclusão do Brasil” de uma lista de países que receberia a vacina fornecida pela Índia. Na verdade, essa primeira lista contemplava países que dependem da Índia e que constituem uma espécie de “comunidade econômica”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *