Candidata é acusada de integrar milícia

Natal (RN) – O enredo do filme “Tropa de Elite 2”, ao relacionar a política no Brasil com o crime organizado, mostrou que os dois andam de mãos dadas. Desta vez, o péssimo exemplo vem de um pequeno município do Rio Grande do Norte.

A candidata a vice-prefeita do município de João Dias, Damária Jácome de Oliveira (PP), é procurada pela Polícia Civil. Contra ela, a Justiça expediu um mandado de prisão preventiva por suspeita de integrar um grupo de milicianos.

De acordo com policiais da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado, Damária é suspeita de praticar receptação e posse ilegal de arma de fogo. A polícia informou que realiza diligências há cerca de três dias, mas ainda não conseguiu encontrar a candidata.

A PC informou em seu site de comunicação que quatro irmãos de Damária e o cunhado dela, Carlos André Freire da Silva, também estão foragidos da Justiça. Freire é investigado por suspeita de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *