Justiça determina que Flordelis use tornozeleira

Nesta sexta-feira (18), a juíza Nearis dos Santos Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, Rio de Janeiro, determinou que a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) seja monitorada por tornozeleira eletrônica e fique em recolhimento domiciliar das 23h às 6h.

Flordelis e os filhos são réus em processo sobre a morte do marido, pastor Anderson do Carmo, assassinado dentro de sua casa em Niterói, em junho do ano passado. A deputada é acusada de ser a mandante do crime, mas não pode ser presa em razão de sua imunidade parlamentar.

A juíza pede que a Secretaria de Administração Penitenciária do Rio (Seap) seja intimada para a instalação do aparelho de monitoração com urgência.

Testemunha amedrontada

Na decisão, consta a necessidade da aplicação das medidas cautelares após uma testemunha do caso, Regiane Ramos, relatar que sua residência foi alvo de uma bomba.

Regiane Ramos é dona da oficina em que Lucas César dos Santos trabalhava antes do crime e consta no inquérito policial como testemunha por reafirmar a história de que seu funcionário teria recebido uma mensagem, via WhatApp, com o plano para matar o pastor. Na época, Lucas teria comentado sobre a proposta e enviado a mensagem para Regiane ler.

Segundo a testemunha, ela não tem dúvida de que o ataque foi orquestrado pela família de Flordelis como uma forma de intimidá-la a não depor em juízo e também uma forma de intimidar Lucas.

Defesa

Flordelis entregou na quarta-feira (16) à Corregedoria da Câmara dos Deputados a defesa por escrito no processo a que responde por quebra de decoro parlamentar. O caso pode levar Flordelis à perda do mandato.

No último dia 9, Flordelis recebeu a notificação do processo que corre na Câmara em seu apartamento funcional, em Brasília, das mãos do corregedor. O prazo de cinco dias úteis para a entrega terminava nesta quarta, mas poderia ser prorrogado a pedido da parlamentar.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *