TSE ‘esquece’ cassação de Romeiro Mendonça

Manaus (AM) – O prefeito de Presidente Figueiredo (AM), Romeiro Mendonça, cassado no Tribunal Regional Eleitoral e no Tribunal Superior Eleitoral em razão de irregularidades na campanha de 2016, improbidade administrativa e corrupção, está “ensinando” como é possível se manter no poder.

Em abril, Romeiro Mendonça obteve do ministro Luiz Felipe Salomão, do TSE, sua recondução ao cargo vinte dias depois de afastado. Alegou “pandemia”, apesar de o substituto estar apto à guerra contra o Covid-19.

O Ministério Público Eleitoral apelou contra sua recondução em 27 de maio, na luta para afastar o prefeito dos cofres públicos. Entretanto, o ministro tem retirado o processo da pauta. Se o TSE não julgar o caso até a próxima  terça-feira (30), , Romeiro estará garantido no cargo, até o fim do mandato.

Ao reassumir, o prefeito condenado por improbidade mandou fazer uma piscina de R$517 mil, em plena pandemia que tanto preocupa o ministro. O procurador Ruy Marcelo requereu “ampla investigação” e a suspensão da obra.

Operação Albatroz

Em 10 de agosto de 2004, a Polícia Federal deflagrou a Operação Albatroz, contra 20 pessoas acusadas de fraudar licitações do governo do estado, num valor estimado em R$ 500 milhões. O então deputado estadual, Antônio Cordeiro, foi apontado como o mentor das fraudes.

Segundo a PF, Cordeiro e o secretário de Fazenda Alfredo Paes montaram um esquema em que criavam empresas fictícias para participar e vencer as licitações do estado. O esquema envolvia funcionários da Secretaria da Fazenda, da comissão estadual de licitações e de outras secretarias do estado.

Também foram presos a mulher e um cunhado de Cordeiro, o presidente da Comissão Geral de Licitação, João Gomes Villela, e o prefeito da cidade de Presidente Figueiredo, Romero de Mendonça. Romero é irmão da desembargadora e ex-presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Marinildes Mendonça.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *