Operação vai combater novas queimadas na Amazônia

A operação contará com a participação do Exército, da Marinha e da Aeronáutica

O governo programou para 3 de maio o início de uma operação de Garantia da Lei e da Ordem na Amazônia. O objetivo é se antecipar nas ações para reduzir o impacto de queimadas e desmatamento na região amazônica durante o período de seca na floresta – de maio a setembro.

Em 2019, o país teve 89.178 focos de queimada, uma alta de 30% em relação ao ano anterior. O crescimento de perda da floresta provocou grande dano à imagem do Brasil na mídia internacional, além de países suspenderem o dinheiro de fundos destinados à conservação da região.

GLO em 2019

A operação de Garantia da Lei e da Ordem realizada no ano passado custou R$ 124 milhões somente de agosto a outubro. A ação usou efetivo de ao menos 9.747 militares, mais de 10 vezes o número de fiscais do Ibama que atuam em crimes ambientais –730, atualmente.

Focos de incêndios na Amazônia, por ano

 

*Fonte: INPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *