Farmacêutica envia vacina contra o coronavírus

O Wall Street Journal divulgou que a Farmacêutica Moderna enviou o 1º lote de sua vacina contra o coronavírus para pesquisadores do governo dos Estados Unidos. Os primeiros testes em humanos serão realizados em abril.

A vacina desenvolvida será testada em 20 a 25 voluntários saudáveis que receberão duas doses. Essas, por sua vez, serão analisadas para averiguar se a quantidade é suficiente para gerar uma resposta contra infecções do Covid-19, afirmou Anthony Fauci, diretor do Niaid (Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas, em português). Os resultados estarão disponíveis em julho ou agosto.

O diretor alerta, porém, que, mesmo se a vacina for bem-sucedida, terá que passar por etapas regulatórias. Ou seja, estará disponível para ampla distribuição somente 2021.

O presidente de imunização do Sabin Vaccine Institute,  Bruce Gellin, disse ao WSJ que existem outras vacinas contra o coronavírus em andamento. “A sequência de testes existe para descobrir o que funciona e o que não funciona. É por isso que é importante testar o máximo possível”, declarou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *