Polícia impede festa de casamento de modelo

O chefe da fraude alvo da Operação Ostentação, realizada pelo Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais da Polícia Civil). Pablo Borges, de 24 anos, é casado com a modelo Marcella Portugal. Ele foi preso em um condomínio fechado em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo.

O patrimônio de Pablo Borges ganhou dezenas de dígitos quando passou a operar o sistema de captura de informações de clientes bancários. Ele alugou um andar em um centro empresarial no Itaim Bibi, na Zona Sul, por R$ 200 mil por mês. São 600 metros quadrados e 17 vagas na garagem – no entanto, não tem nenhum funcionário.

O trajeto entre sua casa em Tamboré às empresas é feito em duas etapas: de helicóptero até as proximidades do prédio e finalizado utilizando um dos veículos de luxo: Ferrari, Lamborghini ou Maserati. O habito de voar teria transformado Borges no maior locatário de aeronaves de São Paulo. Viagens recentes viagens para Rússia e França foram realizadas em voos particulares.

Toda essa vida de ostentação é registrada em redes sociais. As postagens dão feitas pela atual mulher, a modelo Marcella Portugal, de 22 anos.

Nos vídeos, Borges e a mulher aparecem nos pontos mais exclusivos de Paris, como a suíte presidencial do Shangri-La Hotel no distrito de Paris City Center ou tomando vinhos do século XVIII por 18 mil euros a garrafa.

Eles também postaram imagens do tour em Mônaco onde alugou um iate de luxo por 42 mil euros a diária. O objetivo foi assistir treinos de classificação da Fórmula 1.

A Operação impediu um dos momentos mais altos de ostentação de Pablo Borges. Estava programada uma festa de casamento para 800 convidados em um dos buffets mais caros de São Paulo. Para o evento, foram contratadas duas das principais duplas sertanejas do Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *