Atriz acusa Seal de assédio sexual

O cantor britânico Seal está sendo investigado pela polícia de Los Angeles por ter tentado beijar a atriz Tracey Birdsall à força. O caso remonta a 2016.

Uma semana depois de acusar Oprah Winfrey de compactuar com os comportamentos sexuais inapropriados de Harvey Weinstein, Seal foi alvo de uma queixa de assédio sexual, divulgou o site TMZ.

Tracey Birdsall, atriz e vizinha do cantor em Los Angeles, acusa-o de a ter tentado beijá-la e ter tocado nos seios, depois do cantor insinuar que a atriz o estaria a provocar com o top e os calções que estava a usar.

Seal convidou ainda Tracy a sentar-se com ele no sofá, tendo a atriz abandonado o local de seguida. Tudo terá acontecido na casa de Seal, onde Tracey tinha ido buscar um recipiente para salada que lhe tinha emprestado.

Desde o dia do sucedido, no ano de 2016, Tracey Birdsall e Seal não se voltaram a ver. Segundo o TMZ, a atriz, de 54 anos, terá tomado a decisão de apresentar queixa depois de ler as acusações de Seal a Oprah Winfrey, na sequência do discurso da apresentadora na cerimónia dos Globos de Ouro, e das quais entretanto se desculpou.

Fonte da polícia de Los Angeles confirmou ao TMZ que foi “apresentada uma queixa no sábado, 13/1” e que o incidente “será investigado”. Um representante do cantor, de 54 anos, disse à publicação que “Seal nega veementemente as alegações feitas contra si”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *