Presidente Bolsonaro é transferido para São Paulo

Na manhã desta quarta-feira (14), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi levado ao Hospital das Forças Armada, em Brasília. O presidente está sentindo dores abdominais e irá realizar exames na unidade médica. Bolsonaro está com contratações e soluços anormais há 11 dias. O presidente disse a apoiadores que a causa é um remédio que tomou depois de um procedimento ortodôntico. Bolsonaro também tem refluxo.

No início da tarde, a Secretaria Especial de Comunicação Social divulgou uma nota em que afirma que o presidente Jair Bolsonaro será transferido para São Paulo, onde fará exames para detectar a necessidade ou não de uma cirurgia. Exames mostraram ainda uma obstrução intestinal no chefe do Executivo.

“Após exames realizados no HFA em Brasília, o Dr. Macedo, médico responsável pelas cirurgias no abdômen do Presidente da República, decorrentes do atentado a faca ocorrido em 2018, constatou uma obstrução intestinal e resolveu levá-lo para São Paulo onde fará exames complementares para definição da necessidade, ou não, de uma cirurgia de emergência”, afirma.

Nas redes sociais

Por meio de suas redes sociais, o presidente publicou uma série de tuítes comentando sobre o momento que está passando, e relembrou de Adélio Bispo de Souza, responsável pela facada que quase ceifou a sua vida.

“Mais um desafio, consequência da tentativa de assassinato promovida por antigo filiado ao PSOL, braço esquerdo do PT, para impedir a vitória de milhões de brasileiros que queriam mudanças para o Brasil. Um atentado cruel não só contra mim, mas contra a nossa democracia.”, disse.

A reunião com os presidentes da Câmara, do Senado e do Supremo Tribunal Federal, Arthur Lira, Rodrigo Pacheco e Luiz Fux, respectivamente, agendada para  esta quarta-feira foi cancelada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *