Piora o estado de saúde do ex-lateral Branco

Nesta sexta-feira (19), um boletim médico do Hospital Copa Star, na zona sul do Rio de Janeiro informou que o campeão mundial pela Seleção Brasileira de futebol em 1994, o ex-lateral Branco precisou ser intubado na noite de quinta-feira na unidade de terapia intensiva (UTI) após piora da Covid-19.

O ex-jogador, atualmente com 56 anos, teve “piora clínica” e necessitou “de ventilação mecânica por aparelhos”. Branco deu entrada no hospital na noite da última quarta (17).

Ainda conforme o boletim, o ex-atleta e atual coordenador das seleções masculinas de base na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) está “sob monitoração contínua, sedado” e o quadro “está evoluindo de maneira estável nas últimas 24h”, sem previsão “de quando vai poder respirar por meios próprios”.

No início de março, Branco integrou o grupo da seleção sub-18 que realizou uma etapa de preparação no centro de treinamento do clube pernambucano Retrô, em Recife, finalizada há duas semanas. No retorno, alguns membros da delegação testaram positivo para a covid-19 – entre eles, o ex-lateral.

Além da Copa de 1994, entrou para a história do futebol nacional ao selar a vitória do país sobre a Holanda, por 3 a 2, com um gol de falta, coloando o escrete canarinho nas semifinais. Branco também defendeu o Brasil nas edições de 1986 e 1990.

Branco destacou-se atuando por Internacional e Fluminense, passando também em Grêmio, Corinthians e Flamengo. Na Europa, foi jogador de Brescia, Genoa (ambos Itália) e Porto (Portugal) O ex-lateral se despediu dos gramados em 1998, pelo Tricolor carioca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *