Juliana Paes defende Nise Yamaguchi; colegas lacradores atacam a atriz

Juliana Paes detona petistas e diz que não apoia “os delírios comunistas da extrema-esquerda”; Samantha Schmütz ataca colega.

A polarização política cultivada pela extrema-esquerda chegou ao meio artístico. De uma lado, a atriz Juliana Paes e, de outro, Samantha Schmütz. A bela Juliana sofreu ataques dos colegas lacradores por ter defendido a médica e pesquisadora Nise Yamaguchi agredida verbalmente ao ser questionada na CPI da Covid pelos senadores Omar Aziz, Renan Calheros, Randolfe Rodrigues e Otto Alencar. Para a atriz Samantha Schmütz, a médica “merecia” ser atacada.

Em vídeo publicado em suas redes sociais, a atriz Juliana Paes, desabafou. A atriz afirmou ter sido vítima de agressões verbais e afirmou não ser representada pela esquerda, indo na contramão de colegas de profissão que são declaradamente seguidores do condenado Lula da Silva.  A atriz Samantha Schmütz foi a crítica mais ferrenha à postura de Juliana Paes.

Juliana Paes afirmou não ser uma ferrenha apoiadora do presidente Bolsonaro, e que possui críticas à ele, como no tocante a pandemia.

“Não sou bolsominion. Quero vacina, sim, tenho críticas severas a quem nos governa”, disse Paes. Ela se definiu “num lugar de desamparo” porque também não apoia a esquerda. Ou melhor, “os delírios comunistas da extrema-esquerda”.

Ludmilla defende Paes

A polêmica, após os comentários sensatos da atriz Juliana Paes sobre a CPI da Covid ,ganhou mais um capítulo. Desta vez, a cantora Ludmilla falou sobre as declarações da atriz Samantha Schmütz.

No Twitter, Ludmilla disse que já foi criticada pela atriz e comediante após cantar em uma festa para 500 pessoas no Copacabana Palace, no Rio, no mês passado. Apesar de diversas imagens de aglomeração, a festa não foi considerada irregular pela prefeitura do Rio de Janeiro.

“Gente, não viaja. Aquela atriz (Samantha) que tá revoltada com o mundo, xingando geral e botando a culpa em todos, já me atacou também. E eu só queria ter a tranquilidade e paciência da Juliana Paes para responder alguém. O que é que tem de errado nisso? C*ralho, tá difícil a Internet. Eu estou chocada”, escreveu Ludmila.

A funkeira, assim como outros artistas, elogiou a sensatez de Paes e escreveu:

“Sensata demais. Eu sempre admirei a pessoa certa.”, escreveu a cantora nos comentários da postagem de Juliana.

Lacradores

Os artistas “lacradores” e comunistas, críticos da gestão do presidente Jair Bolsonaro, apoiaram os senadores que agrediram verbalmente a pesquisadora Nise Yamaguchi, mostrando que o movimento feminista serve apenas para defender militantes da esquerda.

Diversos artistas, entretanto, livres das amarras comunistas, resolveram prestar apoio à colega após ela ser alvo de ofensas nas redes sociais. Glória Pérez, Ágatha Moreira, Marcos Palmeira e Dani Suzuki foram alguns dos famosos que elogiaram o posicionamento da artista.

“Vc é incrível! Obrigada por essas palavras”, escreveu a atriz Agatha Moreira nos comentários da publicação. “Muito bom Ju !!! Você me representa!!!”, elogiou Márcio Garcia. “Essa é você, Ju! Assino embaixo”, afirmou Glória Pérez.

Além deles, outros famosos como Leticia Spiller, Rafael Cardoso, Eri Johnson, Andrea Santa Rosa, Elizangela, Matheus Mazzafera, Yan Acioli, Fernando Torquatto e Márcio Garcia também apoiaram Juliana Paes.

Ainda existe vida pensante entre alguns artistas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *