William Bonner e outros globais são autuados pela Receita Federal

Na manhã de quinta-feira (1º), surgiram informações surpreendentes que envolviam funcionários da Rede Globo com a Receita Federal. De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, o órgão está desenvolvendo uma megaoperação com o intuito de investigar possíveis irregularidades em contratos de profissionais na emissora Globo.

Segundo o jornal, o âncora e editor-chefe do ‘Jornal Nacional’, William Bonner, recebeu uma autuação milionária e retroativa.

Além de William, a Folha também apurou que pelo menos 20 outros âncoras, artistas e jornalistas, além de ex-profissionais da emissora já receberam multas do Fisco.

Em nota, a Rede Globo afirmou que “não comenta questões relacionadas a procedimentos administrativos, próprios ou de terceiros”, no entanto, esclarece que todas as contratações praticadas pela emissora, em especial ao jornalista William Bonner, se encontram dentro da lei e todos os impostos incidentes estão sendo pagos regularmente.

O que a Receita investiga é a utilização do sistema de contratação de Pessoa Jurídica, que paga muito menos impostos, do que pela contratação regular via CLT.

O contrato de Bonner, por exemplo, gera um salário mensal de R$ 800 mil. Como pessoa jurídica recolhe um valor ínfimo. Se pagasse os impostos com as regras do CLT, recolheria aos cofres do governo federa, aproximadamente, R$300 mil mês.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *