Senado aperta o cerco contra ministros do STF

O Senado está disposto a limitar as ações dos ministros do Supremo Tribunal Federal e fixar o período de mandato na Corte.

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, deixou claro que não vai engavetar a proposta do senador Jorge Kajuru (Cidadania-GO), que inclui a criação da pretendida CPI da Lava Toga. O abaixo-assinado, criado pelo comentarista Caio Coppola, acumulou 2,65 milhões de assinaturas até o momento que Kajuru protocolou o pedido do impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes..

Rodrigo Pacheco, revelou a Jorge Kajuru que é favorável à fixação de mandato para ministros do Supremo Tribunal Federal. Sinalizou ainda que o Senado deve aprovar norma dificultando o exame de processos penais no STF, que para ele deve se ater a questões constitucionais.

A crise no STF foi agravada quando os ministros passaram a legislar, liberar corruptos e acusar, julgar e prender jornalistas e bloqueiros que criticam a Corte.

Tramitam no Senado projetos que alteram forma de escolha de ministros e fixam mandato de até 10 anos. Um deles é do senador Lasier Martins (Podemos-RS).

Assim como o abaixo-assinado contra Dilma Rousseff, o pedido foi criado no site Change.org, e atingiu 2,5 milhões de assinaturas em apenas dois dias. Dilma sofreu impeachment por “pedalada fiscal”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *