No Brasil, remédio contra a Covid pode custar R$30 mil

O Remdesivir, remédio contra a Covid, aprovado e liberado na sexta-feira (12) pela Anvisa, pode ser adquirido apenas por pessoas de alto poder aquisitivo. No ano passado, a caixa chegou a ser vendida no “mercado negro” no Brasil por R$ 200 mil.

O remédio é eficaz, mas precisa ser tomado até o 10º dia da doença.

Importadores “informais” de São Paulo, exploravam menos: têm cobrado em média US$5 mil (cerca de R$28 mil) pelo medicamento americano.

Ainda não se sabe quanto o Remdesivir custará nas farmácias do Brasil, mas será muito caro. Nos EUA, cobram quase R$18 mil a caixa.

No início de 2020, a farmacêutica Gilead Sciences sugeriu o preço US$3,2 mil por caixa de Remdesivir, algo em torno de R$ 18mil. Entretanto, no Brasil, estima-se que ele seja comercializado entre R$ 25 mil e R$ 30 mil, uma “facada” nos trabaçhadores.

A Gilead Sciences é fabricante de remédios contra HIV, hepatite C e, agora, a covid-19, com o Remdesivir. Todos muito caros.

O antiviral Remdesivir já vem sendo utilizado pelos Estados Unidos emergencialmente, e foi utilizado no tratamento que possibilitou a rápida recuperação do ex-presidente do EUA, Donald Trump.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *