‘Caminhamos para uma ruptura’, alerta Weintraub

Através das redes sociais, o ex-ministro da Educação e um dos nomes mais influentes da direita brasileira, Abraham Weintraub, comentou a decisão do Supremo Tribunal Federal que considerou o ex-juiz Sergio Moro suspeito  nos processos de Lula, aumentando a narrativa petista de que o ex-presidiário seria “inocente”.

O presidente da Segunda Câmara do STF, ministro Gilmar Mendes chegou a chorar quando convenceu seus pares a tornar Sérgio Moro suspeito, numa cena considerada circense por juristas e políticos do Centrão. O comportamento do ministro é interpretada como uma antecipação de um golpe maior na Justiça Btasileira , que consiste em “inocentar” todos os corruptos indiciados e presos na Operação Lava Jato.
A ruptura está ali,  na próxima esquina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *