MP deflagra Operação contra deputado, ex-prefeito, empresários e servidores públicos

Manaus (AM) – Nesta segunda-feira (15), o Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (GAECO) do Ministério Público Estadual, com apoio da Polícia Civil, deflagrou a Operação Cachoeira Limpa para cumprir 13 mandados de busca e apreensão e 12 de buscas pessoais nas cidades de Presidente Figueiredo, Parintins e Manaus.

A Operação Cachoeira Limpa investiga crimes de fraude à licitação, peculato, lavagem de dinheiro e de integrar organização criminosa.

Entre os alvos estão o deputado estadual Saullo Velame Vianna, o ex-prefeito de Presidente Figueiredo Romeiro José Costeira Mendonça (2017 a 2020) – que em 2005 foi preso pela Polícia Federal durante a Operação Albatroz -, o ex-vice-prefeito Mário Jorge Bulbol Abrahão e o ex-secretário de finanças Jander de Melo Lobato, além de servidores públicos e empresários.

O Ministério Público solicitou a prisão e o afastamento do cargo do deputado estadual Saullo Vianna e a prisão de outros suspeitos, mas a Justiça negou os pedidos.

Segundo o Ministério Público, o grupo é suspeito de fraudar processos de licitação. Eles teriam causado um prejuízo de R$ 23 milhões aos cofres públicos do município de Presidente Figueiredo durante gestão que se encerrou em dezembro do ano passado.

Ainda de acordo com o MP, para dissimular o desvio do dinheiro público, os integrantes da organização abriam pessoas jurídicas em Manaus em nome de laranjas, controladas pelo deputado Saullo Vianna. Na época, Vianna era cunhado do então vice-prefeito Mário Abrahão.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *