‘Caiu no Enem’ traz correção das provas digitais

A TV Brasil acompanhou o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com o especial “Caiu no Enem” pelo sétimo ano consecutivo. Neste domingo (7), às 19h30, os professores convidados comentaram ao vivo as principais questões que caíram no segundo dia da nova modalidade digital do exame.

Além da transmissão na telinha da emissora pública e nas redes sociais da TV Brasil, a produção também foi ao ar pelas rádios Nacional FM Brasília (96,1 MHz), Nacional de Brasília (AM 980 kHz), Nacional do Rio de Janeiro (AM 1130 kHz) e Nacional da Amazônia (OC 11.780KHz, 6.180KHz).

Apresentado pela jornalista Priscila Rangel, o especial recebe especialistas em matemática e ciências da natureza e suas tecnologias (física, química e biologia). Os convidados analisaram o exame, destacaram quais foram os principais temas cobrados, apontaram as surpresas e destacaram as questões mais complexas e polêmicas.

Além de resolverem alguns dos pontos mais relevante da avaliação, os professores teceram comentários gerais sobre a prova. O Caiu no Enem também explicou o cálculo da nota e mostrou como os estudantes podem utilizá-la.

Os professores ainda compartilharam orientações sobre escolha da carreira, concorrência para ingresso na faculdade, mercado de trabalho, profissões, habilidades e aptidões do futuro. Eles também trouxeram outras dicas e esclareceram dúvidas dos estudantes sobre o sistema de seleção para acesso ao ensino superior.

Produzido pelos veículos da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), o programa ainda trouxe flashes com a cobertura jornalística do Enem. A equipe de reportagem trrouxe a participação dos alunos com entrevistas e mostra trechos da coletiva.

Os interessados em participar do especial puderam interagir pelas redes sociais.

 

Sobre o Enem digital

Esta é a primeira vez que o Enem tem provas digitais. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai realizar as provas em cerca de 4 mil laboratórios de informática de escolas e universidades localizadas em mais de 100 cidades brasileiras. Cada sala estará equipada com 20 computadores, todos bloqueados para acesso à internet e a documentos internos.

No dia 31 de janeiro, os alunos fizeram a primeira etapa do Enem Digital, com 45 questões objetivas de ciências humanas e suas tecnologias que envolvem conhecimentos de história, geografia e sociologia. Também resolveram 45 questões de linguagens, códigos e suas tecnologias e escreveram uma redação com o tema “O desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões do Brasil”. Essa primeira prova teve cinco horas e meia de duração.

Já neste domingo, os concorrentes tiveram cinco horas para fazer as 45 questões de matemática e mais 45 de ciências da natureza que contemplam o aprendizado em disciplinas como física, química e biologia.

Candidatos diagnosticados com covid-19 ou que tenham apresentado sintomas na véspera do exame não puderam fazer a prova. Para estes casos, o Inep prevê a reaplicação dos testes em 23 e 24 de fevereiro. (ABr)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *