Governador é acusado de pagar R$ 40milhões/mês para ficar no cargo

Para se manter no cargo, o governador Wilson Lima estaria pagando R$40 milhões/mês para autoridades em Brasília

Na manhã desta terça-feira (19), o presidente da Associação dos Municípios do Amazonas, Jair Souto, denunciou no plenário da Assembleia Legislativa que o governador Wilson Lima mandou a Polícia Militar apreender cilindros de oxigênio adquiridos por prefeitos do interior do Estado.

A ação do Governo do Estado á apontada como elemento que tem levado à morte por asfixia dezenas de moradores do interior do Amazonas.

Para o deputado Wilker Barreto (Podemos) o governador Wilson Lima é um assassino e pediu para que seja aberto imediatamente o processo de impeachment.

Já o deputado Dermilson Chagas afirmou que a permanência de Wilson Lima custaria ao Amazonas R$40 milhões para pagar autoridades em Brasília. O deputado disse não ter provas, mas que o fato é verdadeiro. Nos bastidores da ALE-AM comenta-se que um senador é o canal que entrega o dinheiro aos “protetores” de Wilson Lima.

A mídia comprada pelo governador também foi acusada de denegrir os críticos de Wilson Lima, tentando intimidá-los.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *