Polícia Federal fecha o cerco contra Wilson Lima

Os dias de Wilson Lima no Governo do Amazonas estão chegando ao fim. Em Brasília, a base aliada do presidente Jair Bolsonaro comenta que Lima será alvo de nova operação da Polícia Federal nos próximos dias.

A deputada Carla Zambelli comentou o assunto num vídeo divulgado na noite de sexta-feira (15), quando detalhou todos os recursos enviados pelo Governo Bolsonaro para o Amazonas. Só para o combate à Covid-19, Wilson Lima recebeu R$8,9 bilhões.

Na presidência da República chegaram três pedidos de intervenção federal no Amazonas.

Lima, que já foi alvo de três operações da Polícia Federal (PF) e Controladoria-Geral da União (CGU), o governador do Amazonas, Wilson Lima, agora é acusado de ter se preocupado demais com a manutenção do cargo e ignorar a Covid-19. O deputado José Medeiros (Rep-MT) cobrou do governador o que foi feito com os recursos, entre transferências e gastos diretos do governo federal. “Nem oxigênio compraram, não aumentaram leitos”, disse o parlamentar.

Apesar de recentes providências, incluindo o toque de recolher entre 19h e 6h, o governador do Amazonas tem sido responsabilizado pelo caos.

Bolsonaro diz ter feito sua parte: transferiu R$8,9 bilhões, 50 toneladas de materiais para montar hospital de campanha e levado cilindros de oxigênio para socorrer a população.

Silêncio

Os deputados estaduais não fizeram qualquer mobilização para discutir o impeachment  de Wilson Lima. O silêncio dos deputados que já tiveram a chance de cassarem Wilson Lima, mas decidiram por mantê-lo no cargo,  tem gerado críticas de toda a sociedade amazonense transforma-os em cúmplices do genocídio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *