Wilson Lima e A Crítica na mira do TCE-AM

Manaus (AM) – O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) pode “enquadrar” o governador Wilson Lima. Os conselheiros da instituição podem determinar a devolução dos recursos gastos pelo governo, em plena pandemia, no patrocínio de um evento denominado “Peladão”, do jornal A Crítica, e com decoração natalina. Lima foi funcionário da TV A Crítica até ser eleito governador.

O caso foi denunciado ao TCE-AM pelos deputado Dermilson Chagas (PP) e Wilker Barreto (Podemos) e aceito pelo presidente da Corte, conselheiro Mário Mello, que imediatamente determinou providências.

O Peladão

O “Peladão”, consiste num campeonato de peladas se futebol e eleição da “Rainha do Peladão”, são promovidos pelo jornal A Crítica, de Manaus, 

Somente para o patrocínio do “Peladão”, o governo estadual destinou quase R$1,7 milhão (R$1 milhão e 667 mil), enquanto nos gastos natalinos foram pagos R$1,5 milhão em uma árvore de Natal.

Em seu despacho, o presidente do TCE-AM mandou o processo para o relator do caso, auditor Mário Filho, que cuida das contas da Secretaria de Cultura no âmbito do tribunal, a fim de que seja examinado o pedido de medida cautelar para suspensão de contratos e devolução de recursos já pagos. A decisão pode ser divulgada antes do Natal.

Crime

A iniciativa do governador é mais uma tentativa de “salvar” a empresa que non últimos anos vem enfrentando uma crise financeira. Entretanto, a utilização de recursos públicos consiste num ato criminoso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *