Sitiado, governador revoga decreto do lockdown

Manaus (AM) – Após o decreto de “Lockdown” do governador Wilson Lima (PSC), comerciantes, trabalhadores e motoristas de aplicativos de Manaus se mobilizaram em várias áreas para reivindicar a anulação da decisão governamental que gerou uma crise sem precedentes no Amazonas. Os manifestantes querem o impeachment de Wilson Lima e dio vice Carlos Almeida. Pressionado, o governador acaba de anunciar que o decreto foi revogado.

O ato, que começou de forma pacífica no centro da cidade, terminou em uma ação truculenta de policiais militares que atuavam na repressão aos manifestantes. Centenas de pessoas interditaram a avenida André Araújo, incendiando pneus em frente ao jornal A Crítica, empresa beneficiada pelo governador, bloquearam a Bola do Produtor na zona Leste e se posicionaram no condomínio Efigênio Sales, onde reside Wilson Lima.

Um dos participantes do protesto do ato baleado em frente a TV A Crítica onde o governador trabalhou e para onde tem desviado milhões para “bancar” eventos.

Os manifestantes tiveram o apoio da população que pedem o impeachment de Wilson Lima que, devido os desvios de recursos federais durante a pandemia, sucateou ainda mais o sistema de saúde.

Sitiado

No início da noite deste sábado (26), o governador foi levado sob forte escolta para o Comando da Polícia Militar. A insatisfação com as atitudes do governador já é perceptível entre alguns oficiais da PM.

Após uma reunião no Comando da Polícia, Wilson Lima não teve outra saída e foi aconselhado a revogar o decreto.

Flexibilização

Com a flexibilização das medidas, as lojas voltam a abrir, de segunda a sexta-feira, das 08h às 16h e fecham nos fins de semana. Os shoppings também deverão fechar aos sábados e domingos e durante a semana funcionarão com horários restritos, a partir das 12h às 22h. Os bares e restaurantes funcionarão até as 22h. Eventos em geral continuam proibidos.

As novas regras para o funcionamento das atividades não essenciais devem começar a valer a partir desta segunda-feira (28) e seguem até o dia 11 de janeiro.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *