Ministério da Justiça anuncia concurso para a PF

O concurso para ingresso na Polícia Federal está oficialmente autorizado. Após diversas tratativas com o Ministério da Economia, o diretor-geral da PF, Rolando Alexandre de Souza assinou a portaria que permite a realização do concurso público pela Corporação.

O documento foi anunciado em diversos eventos ao longo de 2020 pelo diretor-geral da corporação e pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, mas estava pendente um alinhamento entre o ME e o Ministério da Justiça e Segurança Pública, que finalmente concordaram pela realização de novo certame.

O documento ainda será divulgado oficialmente no Diário Oficial da União. Por isso, a relação de vagas ainda pode ser retificada. Posteriormente, os próximos passos são a escolha e contratação da banca organizadora e a publicação do edital Polícia Federal. De acordo com a portaria, será autorizado o provimento de 1.500 vagas para ingresso nos cargos de Agente, Escrivão, Papiloscopista e Delegado, distribuídos da seguinte forma:

Agente da Polícia Federal: 893 vagas;

 

Escrivão da Polícia Federal: 400 vagas;

 

Delegado da Polícia Federal: 123 vagas;

 

 Papiloscopista: 84 vagas.

Salários

O subsídio inicial é de R$ 23.692,74 para Delegado de Polícia Federal e R$ 12.522,50 para Agente, Escrivão e Papiloscopista. Os profissionais terão jornada de trabalho de 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva. Atualmente, a DPF possui 4.270 cargos vagos que poderão ser ocupados pelos novos servidores.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *