Acreditando na vitória, Biden monta comitê de transição

Após a confirmação da vitória de Joe Biden no Michigan, que levou o democrata a 253 delegados do colégio eleitoral – 17 a menos que o necessário para ser confirmado como novo presidente -, os Estados Unidos aguardam resultados de seis dos 50 estados para encerrar a contagem de votos: Alaska, Arizona, Carolina do Norte, Geórgia, Nevada e Pensilvânia.

Durante a noite da quarta-feira (4) e a madrugada desta quinta, as atenções se voltaram especialmente a dois estados onde Trump ainda lidera, mas Biden apresenta tendência de crescimento e mostra chances de reverter a desvantagem: a Geórgia e a Pensilvânia, os dois maiores colégios eleitorais ainda em aberto.

Pela parcial, Trump lidera com 49,6% (2.429.783 votos) contra 49,1% de Biden (2.406.774 votos) – uma diferença de cerca de 23 mil votos que às 22h da quarta era de 47 mil.

Na tarde de quarta-feira, mesmo com a indefinição em seis estados, a chapa Biden-Harris lançou um site oficial para sua “equipe de transição”, enquanto os demais estados do campo de batalha trabalhavam para contabilizar seus resultados eleitorais.

Estado decisivo

Na Pensilvânia, onde estão em disputa 20 delegados, a contagem já somava cerca de 89% dos votos no mesmo horário e mostrava uma diferença de aproximadamente 164 mil votos entre os dois candidatos: Trump na liderança com 50,7% (3.215.969 votos), mas seguido de perto por Biden com 48,1% (3.051.555).

Em outros estados, existe a possibilidade de Trump virar sobre Biden, o que leva analistas a definirem que amanhã, sexta-feira, o resultado das eleições será conhecido.

Fraude

Advogados do Partido Republicano  estão a caminho de Pennsylvania, Wisconsin e Michigan, onde indícios claros de fraude democrata.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *