Lula pede mobilização pelo impeachment de Bolsonaro

O ex-presidente Lula não cansa de “viajar na maionese”.  O condenado comentou o boicote de Jair Bolsonaro à vacina chinesa Coronavac. De acordo com o petista, o presidente “acaba de cometer um crime contra a nação”.

Lula também acusa Bolsonaro de desrespeitar o Instituto Butantan e toda a comunidade científica.

“Se a sociedade, os partidos e os parlamentares, precisavam de um motivo para discutir o impeachment, Bolsonaro acaba de cometer um crime contra a nação ao dizer que não vai comprar a vacina e desrespeitar um instituto da seriedade do Butantan e toda a comunidade científica”, escreveu o desvairado Lula nas redes sociais.

Mostrando alinhamento com o governador de São Paulo, João Dória, o ex-presidente ainda acrescenta: “Se Bolsonaro não acredita na eficácia da vacina, ele que não tome. Mas o papel de um presidente da República é possibilitar que o povo tenha a vacina a sua disposição. Se faltava crime de responsabilidade, essa foi a maior irresponsabilidade de um presidente que já vi”.

Às vésperas de voltar para a cadeia em virtude da segunda condenação, o incongruente Lula “sonha” com a possibilidade do presidente Bolsonaro compre vacinas sem qualquer comprovação de eficácia. Os anos vão passando, mas Lula fica cada vez mais irresponsável.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *