Ministra Damares processa Ciro Gomes por ofensas

O “coroné” Ciro Gomes está cada vez mais desesperado por ter perdido o controle político no Ceará em virtude do fim da “indústria da seca”

A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, anunciou por meio das redes sociais que está processando Ciro Gomes por declarações do pedetista, em junho passado, chamando-a de nazifascista e bandida.

Ciro Gomes, em entrevista afirmou: “Essa bandida dessa Damares, que eu sei bem o que estou dizendo, é uma bandida nazifascista. É uma bandida. Sabe essa nazistinha (Sara Winter) que financia esse acampamento 300 (do Brasil), tudo uma coisa copiada dos neonazistas da Ucrânia? Onde ela serviu, vou ficar aqui numa expressão mais cavalheiresca, por módicos tostões ucranianos? Essa menininha era assessora da Damares. O cara que veio insuflar as milícias aqui, que deram um tiro no peito do meu irmão, era funcionário da Damares. Aquele outro que bateu numa enfermeira, na frente do Palácio do Planalto também funcionário fantasma da Damares”, disse.

“Ou seja, a Damares é uma bandida que está se prestando a esse serviço, para os filhos bandidos e a quadrilha do Bolsonaro, para pagar o ativismo nazifascista. Estou dizendo. As pessoas acham, às vezes, que sou muito duro, mas a gente tem que se precatar. É uma bandida perigosa”, complementou o ex-ministro e governador.

Em resposta, Damares, compartilhando um vídeo da deputada federal Carla Zambelli, afirmou que se encontrará com Ciro nos Tribunais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *