Comando Vermelho contrata mercenários para aterrorizar o Brasil

Mercenários da África e Europa Oriental estariam sendo recrutados para compor o CV à partir do Amazonas e Acre, onde as polícias Civil e Militar estão desestruturadas

Relatório da inteligência do Governo Bolsonaro indica que a facção criminosa Comando Vermelho conta com 30 mil membros, inclusive mercenários da África e Europa Oriental. O assunto ganhou destaque na coluna Radar, do jornalista Robson Bonin, publicada na revista Veja, no último sábado (22).

No relatório consta que os Estados do Acre e do Amazonas tem bases do Comando Vermelho com membros brasileiros e mercenários estrangeiros.

As Forças Armadas e a Polícia Federal mapeiam toda a mobilização da facção criminosa para uma ação de combate antes que ocorra uma relação entre os partidos de esquerda e o Comando Vermelho.

O presidente Jair Bolsonaro já expressou preocupação com a situação.

A reportagem do Portal Roteiro  de Notícias constatou que uma base de inteligência mapeou toda a área do bairro Compensa, Zona Oeste de Manaus, identificando os membros da facção.

O confronto parece inevitável, pois existe uma estreita relação entre a política e as facções criminosas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *