Possivel ‘acordo’ de deputados do Amazonas com Wilson Lima chega ao Jornal O Globo

Manaus (AM) – A história do Amazonas passa por sua maior crise. De um lado um governador afundando na lama da corrupção; do outro, apenas cinco deputados estaduais que lutam pelo impeachment do chefe do executivo estadual.

O governador Wilson Lima responde a um processo de impeachment na Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) por suspeitas de superfaturamento na compra de respiradores no auge da pandemia de Covid-19 no Amazonas.

Neste domingo (26), a coluna do jornalista Lauro Jardim, na versão online do jornal O Globo, destaca que a análise do pedido de impeachment do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), será feita por deputados cujos nomes estavam na lista apreendida pela Polícia Federal (PF), no gabinete do governador, com a inscrição “5%”.

Confira a publicação do colunista:

“Wilson Lima, governador do Amazonas, responde a um processo de impeachment na Assembleia Legislativa por suspeitas de ladroagem na compra de respiradores.

Mas talvez não fique sozinho no front. Os nomes de seis dos 17 deputados da comissão formada para analisar o pedido de afastamento de Lima aparecem numa lista ao lado da inscrição “5%”, apreendida pela Polícia Federal no gabinete do governador.”

 

A maioria dos deputados que foram a comissão são da base do governador, que também conta com o apoio de meios de comunicação que mantêm negócios milionários com o Estado, superfaturando contratos.

 

Investigação

Também neste domingo, o Roteiro de Notícias recebeu a informação que deputados, empresários e comunicadores estão sendo monitorados por órgãos de inteligência. No desdobramento da Operação Sangria, dezenas devem ser presos. Tudo está sendo formatado para punir todos que se beneficiam com recursos públicos.

Na avenida Mário Ypiranga, zona Centro-Sul de Manaus, investigadores foram vistos acompanhando as movimentações de duas deputadas, uma no Parque Residência e, outra, que tem um terreno de alto valor no residencial Agricentro, próximo ao Manauara Shopping, em nome de um “laranja”.

Consequências

Nos bastidores da ALE-AM comenta-se que o apoio a Wilson Lima pode custar o fim político de quem votar contra o impeachment. Os eleitores que rejeitam o governo do animador de auditório estão acompanhando atentamente os movimentos dos deputados estaduais.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *