Atriz sugere surra de cinto em Bolsonaro

Mais uma atriz da Globo tenta chamar a atenção ao atacar o presidente Jair Bolsonaro. Em entrevista a Revista VEJA RIO, Cássia Kis fez sérias críticas ao presidente com relação à condução da pandemia de Coronavírus. Sem conhecimento científico, a veterana atriz usa um tom dramático para vociferar ameaças.

Cássia Kiss afirmou: “choro todos os dias e às vezes tenho a sensação de que estou testemunhando o fim do mundo, porque não dá para viver em paz sabendo que tem gente sem ter o que comer, sem acesso à saúde. E o pior é que temos um presidente que é um homem infantil, não amadureceu. Os absurdos que ele diz são coisas de criança, de homem mimado. O Bolsonaro tinha que levar uma surra de cinto da mãe dele.”, defendeu.

A atriz afirmou se sentia mais segura quando Mandetta (DEM) era o Ministro da Saúde do governo Bolsonaro: “Quando eu via o Mandetta falando, até pensava: ‘O Brasil vai sair bem dessa história’. Tinha um comando ali, ele sabia o que fazia. Lidava com a ciência. Aí vem o Bolsonaro, filhinho da mamãe, birrento, querendo mostrar que ele é que manda. É inacreditável.”, disse.

A atriz, entretanto, desconhece que o desemprego e a fome foi imposta por governadores e prefeitos, mesmo sendo de domínio público que um percentual de 60% dos contágios ocorreram em pessoas que estavam em isolamento social e que estas mesmas pessoas perderam os empregos.

A ignorância da atriz é assustadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *