Por apoiar Bolsonaro, Lacombe é afastado da Band

O apresentador Luís Ernesto Lacombe pagou caro por defender o governo Bolsonaro. A direção da Band decidiu afastá-lo do programa “Aqui na Band”. Além de Lacombe, também foram afastados a sua companheira de bancada Nathália Batista e o diretor-geral e criador da atração, Vildomar Batista.

Nesta quinta-feira (25), os profissionais da produção começaram a ser demitidos. A partir de hoje e até o dia 3, são exibidas reprises. A recém contratada Mariana Godoy e mais um apresentador devem assumi-lo em julho.

Causas

A intervenção é consequência de uma briga interna da área de Entretenimento com o Jornalismo por causa de pautas em favor do presidente Jair Bolsonaro.

Três diretores da emissora estariam travando uma guerra de bastidores por causa das pautas conservadoras do “Aqui na Band”. No início de maio, foi ao ar um debate com o tema “Quem mandou matar Jair Bolsonaro?”, e Fernando Mitre e Rodolfo Schneider, respectivamente diretor nacional e diretor executivo de Jornalismo, tiveram por telefone discussões ríspidas com Vildomar Batista.

A decisão de suspender as edições inéditas foi tomada ontem (24), quando Mariana Godoy assinou com a emissora. A contratação da jornalista gerou outra crise e precipitou o fim do atual formato da atração. Vildomar Batista achou um desrespeito saber da chegada de Mariana por meio da imprensa e disse que iria pedir a rescisão de contrato.

O futuro de Luís Ernesto Lacombe é incerto na Band. Lacombe tem contrato até o fim do ano e, se aceitar, poderá reforçar o time de esportes da casa – que sofre com a paralisação principalmente do futebol.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *