PF realiza operação contra empresários e delegado em Manaus

O delegado  federal licenciado,  Pablo Oliva, atualmente deputado federal pelo PSL, é um dos alvos  da Operação Seronato

A Polícia Federal deflagrou nesta sexta-feira (15/05) a Operação Seronato que tem como alvos  o delegado da PF licenciado e, atualmente,  deputado federal pelo PSL, Pablo Oliva , a mãe dele, Eda Maria Oliva Souza, uma irmã,, dois empresários e a ex-sócia de uma das empresas, por envolvimentos nos crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Os agentes estão em vários condomínios de luxo cumprindo seis mandados de busca e apreensão de  documentos e computadores.

Segundo a PF, Pablo teria se prevalecido do cargo de delegado federal ao usar das informações obtidas durante a investigação que culminou com a Operação Udyat, deflagrada no ano de 2012, para viabilizar, de forma indevida, o agenciamento da venda de uma empresa pertencente a sua mãe pelo valor de R$ 500 mil.

A Polícia Federal chegou até o delegado ao investigar um consórcio de empresas que atuou na reforma do Aeroporto Internacional de Manaus, para que a empresa registrada em nome da mãe, Eda Oliva, que executasse o paisagismo do aeroporto, pelo valor de R$1.2 milhão.

Repúdio

Pelas redes sociais, o deputado federal Pablo Oliva negou as acusações e disee que vai processar que o acusa. “Eu lamento que tenham envolvido a minha mãe, uma senhora de 75 anos”, disse o deputado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *