Ciro Gomes chama o general Heleno de bandido e traidor

Por Mônica Torres – Especial RN

Brasília – O candidato derrotado nas eleições presidenciais, Ciro Gomes (PDT), em entrevista à CNN Brasil, na noite deste domingo (24/05) rotulou o  ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência (GSI), Augusto Heleno, como bandido e traidor da pátria.

Completamente transtornado, Ciro Gomes, que foi ministro dos governos FHC e Lula, vociferou que general Augusto Heleno tem não tem moral e desafiou o ministro-chefe do GSI para tentar dar um golpe militar. Além disso, acusou o presidente Jair Bolsonaro de entregar o Fundo Nacional do Ensino Básico para o Centrão do Congresso, para que a instituição fosse roubada.

Conhecido como agressor de mulheres e de jornalistas, Ciro Gomes é o padrinho político do atual governador do Ceará, Camilo Santana, do PT. Rotineiramente, Ciro provoca seus adversários políticos e disse que se o então juiz federal,, Sérgio Moro, ousasse prendê-lo, seria recebido à bala.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *