Bolsonaro alerta: Não vamos admitir interferência

Neste domingo (03/04), Brasília foi tomada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Uma carreata com milhares de manifestantes tomou a cidade. A pauta dos manifestantes é apoio ao governo Bolsonaro e contra Rodrigo Maia e o Supremo Tribunal Federal, principalmente contra o ministro Alexandre de Moraes.

Os manifestantes se concentraram em frente ao Palácio do Planalto, onde foram recebidos pelo próprio presidente, sua família e aliados próximos, como a deputada federal Bia Kicis.

Em determinado momento, Bolsonaro se dirigiu aos milhares de apoiadores: “Nós queremos uma independência verdadeira dos Três Poderes. Não vamos admitir interferência. As Forças Armadas estão do lado do povo” disse. A mensagem direta do presidente movimentou os meios político e jurídico.

De mãos dadas com a filha caçula, Laura, o presidente chegou descer a rampa para acenar e cumprimentar os manifestantes.

Ministro do STF

No sábado (02), um grupo de manifestantes fez um protesto em São Paulo em frente ao prédio, onde o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, mora.

A manifestação é uma reação contra o magistrado por suspender a nomeação do novo diretor da Polícia Federal que tinha sido definida pelo presidente Jair Bolsonaro.

O ministro foi chamado de “comunista que não gosta de polícia” e que estava “com medo do Ramagem”.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *