Bolsonaro prepara demissão de Luiz Mandetta

O presidente Jair Bolsonaro deve demitir Luiz Henrique Mandetta do cargo de ministro da saúde até o fim desta semana. A exoneração pode acontecer nesta quarta-feira (15/04). O clima entre os dois se tornou insustentável diante da divergência pública entre o presidente e ministro.

A calibragem do isolamento social e a deformação econômica das classes C e D é apontada como o principal motivo do rompimento. A situação se agravou após o ministro dizer, durante entrevista, que a havia a necessidade de uma “fala única” no governo.

Nesta terça-feira (14), em coletiva no Palácio do Planalto, Mandetta negou que tenha feito a declaração para forçar uma demissão. “Minhas falas foram muito mais relacionadas à comunicação. Nada além disso. É no trabalho mesmo que estamos focados”, afirmou o ministro.

O ministro tem vários assessores que têm relação estreita com o Partido dos Trabalhadores (PT) e tem convite para assumir a Secretaria de Saúde de Goiás, estado governado pelo new oposicionista, Ronaldo Caiado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *