Governo do Amazonas anuncia possível atraso de salários

Manaus (AM) – Nesta sexta-feira (27), o governador Wilson Lima (PSC) fez um anúncio que era temido pelo funcionalismo público. Sob a desculpa da perda de arrecadação em virtude a crise do coronavírus, o governador anunciou que o pagamento do funcionalismo pode atrasar e a manutenção de serviços essenciais no Amazonas ficará comprometido.

No momento que o governador fez o anúncio, professores começaram a se manifestar contra a decisão na redes sociais. “Já desconfiávamos que Wilson Lima iria usar este argumento. A decisão de fechar o comércio foi exclusivamente dele e nós é que vamos sofrer as consequências”, comentou uma gestora que pediu anonimato.

Segundo Lima,  “a expectativa é que o estado tenha uma queda de 40% nas suas arrecadações, algo em torno de R$ 2 bilhões. E aí, muitas das contas do estado ficarão comprometidas como pagamento do funcionalismo público, a manutenção de serviços essenciais como saúde, educação e segurança pública”. O governador, entretanto, não citou que os servidores da saúde têm salários atrasados há meses, desde o período que não havia crise.

O governador disse que para minimizar os danos enviou à Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM) um pacote de medidas. A desvinculação de 20% das receitas para que possam ser aplicadas exclusivamente no combate ao coronavírus.

NOTA DA REDAÇÃO

Por que o governador Wilson Lima não reduz os repasses para os poderes Judiciário e Legislativo ? Falta coragem? O governador prefere “ferir” a parte mais frágil. 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *