‘Einstein’ e Exército pesquisam a Cloroquina

São Paulo (SP) – Em nota à imprensa, o hospital Albert Einstein, localizado em São Paulo, confirmou no sábado (22) que vai iniciar uma pesquisa sobre a eficácia da hidroxicloroquina no combate ao novo coronavírus.

Na manhã de ontem, o presidente Jair Bolsonaro citou o uso da droga e pediu que o laboratório do Exército ampliasse a produção da substância.

Especialistas

No Centro de Pesquisas do Exército estão lotados oficiais com doutorado e pós-doutorado em diversas segmentos da área de saúde.

O fármaco

Hidroxicloroquina é um fármaco desenvolvido para tratamento da malária e usualmente utilizada no tratamento de artrite reumatoide, lúpus eritematoso e doenças fotossensíveis.[1]

Covid-19

Pesquisadores da China efetuaram pesquisa in vitro comparando o seu uso no tratamento da infecção por SARS-CoV-2 em relação a cloroquina.. O  fármaco pode inibir a entrada do vírus na célula e que pode bloquear o transporte do vírus entre as organelas da célula.. No entanto, por ter sido realizado num pequeno tamanho amostral (20 pacientes), a ANVISA não recomenda sua utilização para esse fim, além de tornar o medicamento classificado como de controle especial..

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *