Estados Unidos definem alvos no Irã

As Forças Armadas dos Estados Unidos têm um mapeamento de áreas do Irã que podem ser bomnardeadas. O presidente dos EUA, Donald Trump, por meio do seu perfil no Twitter o governo iraniano: “Se o Irã atingir qualquer norte-americano, ou alvos norte-americanos, teremos como mira 52 locais iranianos (representando os 52 reféns norte-americanos feitos pelos Irã há muitos anos), alguns locais de nível muito alto e importante para o Irã e para a cultura iraniana, e esses alvos e o próprio Irã serão atingidos com muita rapidez. Os Estados Unidos não querem mais ameaças”.

Ao todo, Trump publicou três tweets. No primeiro, escreve que os iranianos estão ameaçando os EUA. “O Irã está falando muito ousadamente sobre alvejar certos ativos dos EUA como vingança por livrarmos o mundo de seu líder terrorista (general Suleimani) que acabara de matar um americano e ferir gravemente muitos outros, sem mencionar todas as pessoas que ele matou ao longo de sua vida, incluindo recentemente centenas de manifestantes iranianos.”

Soleimani era o comandante da unidade de elite Força Quds, uma brigada de forças especiais responsável por operações militares extraterritoriais do Irã que faz parte da Guarda Revolucionária Islâmica. Após o ataque, o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, sugeriu medidas retaliatórias contra os EUA.

Confira os tweets de Trump:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *