Bolsonaro reafirma indicação de um evangélico para o STF

Manaus (AM) – Na terça-feira (26), durante um discurso na Assembleia de Deus, o presidente Jair Bolsonaro reafirmou que indicará um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Bolsonaro disse que, como ele, o indicado “lutará pela manutenção da família”. As declarações foram feitas em discurso para cerca de oito mil pessoas durante um culto.

O presidente disse que, apesar de não ser evangélico, é cristão. “Eu tenho duas vagas para o Supremo Tribunal Federal. Uma será de um evangélico. Se somos laicos, eu sou cristão. No Supremo Tribunal Federal, não é porque é evangélico apenas, vai ter que ter conhecimento jurídico, obviamente. Mas vai ao lado desse indicado um fato a oferecer: ser cristão, ou melhor dizendo, evangélico.”

Depois da realização do culto, aliados do governo coletaram assinaturas para a criação do partido Aliança pelo Brasil, comandado por Bolsonaro e pelo filho e senador da República, Flávio Bolsonaro (RJ).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *