Manual recomendado pelo Itamaraty ataca Bolsonaro

Aos pretendentes à carreira diplomática, o Itamaraty recomenda um manual editado pela Fundação Alexandre de Gusmão, diretamente vinculada ao ministério das Relações Exteriores que faz ataques diretos ao presidente eleito Jair Bolsonaro.

Na obra História do Brasil, do professor e pesquisador João Daniel Lima de Almeida, a figura de presidente eleito é retratada como uma pessoa que ”se orgulha de sua homofobia”.

“O clube militar que motivou a República, o tenentismo e debateu a questão do petróleo nos anos 50 é retratado hoje como uma máquina do tempo, nostálgica e excêntrica. O principal defensor dos interesses castrenses no Congresso é um zelota do porte de Jair Bolsonaro, que se orgulha de sua homofobia. Não poderiam estar em pior situação desde o período regencial. Por terem se descolado do resto da sociedade desde o final do Regime Militar foram relegados à irrelevância, posição profundamente perigosa em um país com pretensões internacionais de potência.”

A obra que segue disponível no site do Itamaraty foi lançada em 2013, quando o chanceler era Antonio Patriota, nomeado durante o governo petista de Dilma Rousseff.

*Com informações do MBL News

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *